6 de mar de 2015

Bispos de SC aprovam realização de seminário sobre conservação de Igrejas e criação de obra social voltada à saúde


Os bispos do Regional Sul 4 (Santa Catarina) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) decidiram, dia 02, manter a cooperação com a Fundação Catarinense de Cultura para a realização de um novo seminário sobre conservação de igrejas e arte sacra. A primeira edição aconteceu em 2014. O evento deverá acontecer ainda em 2015. A conversa com representantes do governo aconteceu em Florianópolis, na pauta da reunião dos nove bispos catarinenses. Dom Agostinho Petry, bispo emérito de Rio do Sul também participou.
Também em 2015, deve ser criado um centro para o acolhimento de familiares de pacientes que viajam a Florianópolis para tratamento de saúde, segundo a decisão dos bispos. A iniciativa visa atender pessoas que chegam do interior em situação de vulnerabilidade e não têm onde pernoitarem. Esta ação social será uma de 19 outras da CNBB ao redor do Brasil, por sua condição de entidade filantrópica.
Os bispos também revisaram o processo de ampla consulta ao povo de Deus em preparação para a segunda etapa do Sínodo da Família, que acontece em outubro, no Vaticano. A ideia é que as dioceses intensifiquem as discussões locais. A diocese de Tubarão já encerrou o processo.
Outros pontos da pauta envolvem deliberações administrativas a encontro com seminaristas e professores da Faculdade Católica de Santa Catarina (FACASC).
Dois novos bispos participam da reunião do Regional Sul 4 pela primeira vez. Dom Onécimo Alberton, nomeado para Rio do Sul 4 e Dom Odelir José Magri, bispo de Chapecó, transferido de Sobral (CE).
Dom Odelir considerou que apesar das diferenças entre as regiões, a colegialidade entre os bispos é um padrão na CNBB, como via no Regional Nordeste 1. Como seu colega do oeste, dom Onécimo Alberton, ordenado bispo no final de fevereiro, avalia este momento com os demais bispos como uma oportunidade para tomar conhecimento da realidade da caminhada que o Regional vem fazendo.
Membros da CNBB em Santa Catarina
Dom Wilson Tadeu Jönck, scj, (Arcebispo da Arquidiocese de Florianópolis e presidente do Regional Sul 4);
Dom João Francisco Salm (Bispo da Diocese de Tubarão e Administrador Apostólico da Diocese de Blumenau);
Dom Severino Clasen, OFM (Bispo de Caçador);
Dom Odelir José Magri (Bispo de Chapecó);
Dom Jacinto Inácio Flach (Bispo de Criciúma);
Dom Mário Marquez, OFMCap (Bispo de Joaçaba e Vice-presidente do Regional Sul 4 );
Dom Irineu Roque Scherer (Bispo de Joinville);
Dom Irineu Andreassa, OFM (Bispo de Lages);
Dom Onécimo Alberton (Bispo de Rio do Sul)
Dom Agostinho Petry (Bispo emérito de Rio do Sul).

0 comentários:

Postar um comentário