20 de fev de 2015

Tem início a Campanha da Fraternidade 2015


A Campanha da Fraternidade 2015 teve início nessa Quarta-feira de Cinzas em todo o país, momento dedicado à evangelização. Na campanha deste ano o tema é: “Fraternidade: Igreja e Sociedade” e o lema “Eu vim para servir” (cf. Mc 10,45).
O objetivo geral da CF 2015 é aprofundar, à luz do Evangelho, o diálogo e a colaboração entre a Igreja e a sociedade. O texto-base utilizado para auxiliar nas atividades da CF 2015 reflete a dimensão da vida em sociedade que se baseia na convivência coletiva.
Em Jaguaruna na quinta-feira, 12, foi realizado um seminário com o padre Lino Brunel sobre o tema da campanha, envolvendo todas as pastorais, movimentos e associações da paróquia de Jaguaruna. “Tivemos uma participação muito boa de todas as comunidades, foi um momento de muita reflexão, uma oportunidade de avaliar e ver o que precisamos melhorar no nosso dia a dia para termos uma sociedade mais justa”, comenta o coordenador dos grupos de família, Jalmor Ferreira.
A partir de agora, cada comunidade estará realizando os encontros de família para refletirem sobre o assunto, além da troca de opiniões e de experiências.
Para o pároco, padre Avelino de Souza, a campanha deste ano convida os cristãos a se envolverem em questões comuns em toda a sociedade. “Por meio da palavra de Deus somos convidados a viver o Evangelho e neste ano a campanha da fraternidade quer que sejamos agentes de uma nova sociedade, onde a vida tenha mais valor do que o lucro”.

A CF 2015 deste ano vem de encontro ao momento em que o país vive. Entre as questões em destaque está o uso consciente da água para que as gerações, atual e futura, não sofram com a escassez desse recurso, e ainda a renovação da política para a melhoria dos serviços públicos, entre outros compromissos para uma vida em fraternidade. “Essa postura de estar sempre a serviço do irmão, como propõe a campanha, já é uma responsabilidade de muitos católicos que doam parte do seu tempo em trabalhos voluntários em pastorais, movimentos e outros organismos da igreja, a intenção é fazer com que mais pessoas se engajem nesta luta”, finaliza padre Avelino.

Fonte: Folha Regiona/ Jornalista Angela Barbara Pereira
Imagem: Divulgação/ internet

0 comentários:

Postar um comentário