30 de mai de 2014

Pastoral da Saúde: prevenção é a grande bandeira


Você sabia que aproximadamente 80% das deficiências com a saúde poderiam ser evitadas se tivéssemos uma política de prevenção eficaz? Além de que, prevenir, tem custo mais baixo e proporciona muito mais qualidade de vida.  As estatísticas da saúde são preocupantes, porém nos deixam um desafio: o que podemos fazer para diminuir estes índices? O que está ao nosso alcance? Você acredita que pode contribuir? A Pastoral da Saúde busca, ao longo da caminhada de mais de 25 anos no Brasil, desenvolver trabalhos educativos voltadosà área da saúde no sentido da prevenção. São três dimensões distintas: solidária, comunitária e políticas institucionais, que contam com um exército de voluntários preocupados em proporcionar às pessoas uma vida mais saudável.
No último sábado,24, o Encontrão Diocesano da Pastoral da Saúde realizado em Jaguaruna reuniu aproximadamente 200 agentes de toda a Diocese de Tubarão, que ouviram e debateram propostas, realizaram trocas de experiências, deram testemunhos e receitas caseiras com produtos naturais, objetivando disseminar na comunidade práticas saudáveis que contribuem com a qualidade de vida.
Para a Irmã Inez Maria,coordenadoradiocesana da Pastoral da Saúde, os encontros da pastoral contribuem de forma expressiva. "Vimos nestes encontros informações importantes, soma de trabalhos, intercâmbio, diálogo entre as pessoas e as informações que são adquiridas nos fortalecem para que sejamos pessoas que possam contribuir para um Brasil melhor", observa a religiosa.
Maria Eni Machado Vieira, integrante da Pastoral da Saúde em Jaguaruna, cita a importância das pessoas estarem se interessando cada vez mais pelas políticas públicas. "Precisamos ser multiplicadores do controle social e sem o envolvimento nas políticas públicas não tem como fazer este controle", enfatiza.
O Encontrão Diocesano ainda teve a participação do palestrante Padre Lino Brunel, que falou sobre a defesa de novas propostas para as eleições limpas. Um dos momentos mais compartilhados foi a troca de experiências, apresentado pela psicóloga Raquel Bitencourt,de Tubarão, onde várias agentes pastoral testemunharam sobre o efeito dos remédios feitos com ervas medicinais indicados pela Pastoral da Saúde.
A fundadora da Pastoral da Saúde em Jaguaruna, Maria Maulenes Porto Ferreira, popular Nena,avaliou o encontro como positivo. "Foi muito bom, deu um reforço para os trabalhos em Jaguaruna e fico feliz da pastoral em nosso município ter este reconhecimento", comenta. Nena cita o momento da tribuna livre como um dos mais ricos em informações. “Para mim a troca de experiência é um dos momentos importantes do encontrão”, destaca.
Representantes da APAE de Jaguaruna também participaram do encontro. Daciane Madeira, uma das funcionárias da instituição, acredita que um trabalho em conjunto com as repartições públicas da área da saúde voltadoà prevenção tem papel fundamental para diminuir o índice de doenças. “A prevenção é a melhor saída e um trabalho educativo pode diminuir, sim, estes índices negativos", ressalta.
As vereadoras Joelma Miranda Cruz e Terezinha Nandi, e o secretário da Saúde, Jailton de Lima também se fizeram presentes no evento.

Além das atividades durante o dia, o encontrão foi marcado pela celebração da missa na Matriz, presidida pelo padre Antônio Hemkemeier. Após o almoço, crianças do projeto Tocando e Encantando se apresentaram com um repertório de diversas músicas.

Fonte: Jornal Folha Regional
Fotos: Vanderléia Pereira e Daniela Nunes/ PASCOM





0 comentários:

Postar um comentário