2 de abr de 2013

Páscoa: juventude e liturgia



Celebrando as solenidades da Ressurreição de Cristo, entramos agora no tempo litúrgico da Páscoa. O Tempo Pascal são sete semanas de festa, com a duração de cinquenta dias, incluindo a Ascensão do Senhor e Pentecostes, último dia da Páscoa: o Espírito Santo é o grande dom do Ressuscitado.
A alegria da Páscoa não é apenas uma transfiguração possível, mas a nova presença de Cristo ressuscitado, dispensando seu próprio Espírito, para habitar nos discípulos e discípulas nos tempos de hoje. Portanto, o Espírito Santo é dado à Igreja como sua alegria, princípio inesgotável de Cristo. E o cristão sabe que este Espírito não será extinto nunca.

Fraternidade e Juventude.
O Papa Paulo VI, na Exortação Apostólica Gaudete in Domino (GD Alegrai-vos no Senhor, número 54), ao falar do alegre anúncio da páscoa, diz: “Se, de fato, a Igreja, regenerado pelo Espírito Santo, é em certo sentido, a verdadeira juventude do mundo, para se manter fiel ao seu ser e missão, como poderia não reconhecer espontaneamente, e, de preferência, aqueles que são portadores de vida e esperança, e empenhada em garantir o futuro desta história?
Caros amigos Jovens, Crismandos, somos convidados ao alegre anúncio do Cristo Ressuscitado. Somos “portadores da perene alegria de Cristo” (GD 54), impelidos a anunciar a todos os jovens esta Boa Nova. Ele quer contar sempre conosco. Alegres, destemidos, por amor e vocação, como os apóstolos no dia da ressurreição, apressemo-nos em dar um alegre testemunho: na escola, na universidade, no trabalho... em casa, na Igreja, nas ruas e praças da cidade.

A Liturgia da Páscoa
Aos que preparam a Liturgia na Páscoa, nossas equipes, é tempo de júbilo, manifestado na cor branca, nas flores e luzes, no Círio aceso, nos instrumentos e nos cantos: dê-se mais realce ao Glória que ao Ato Penitencial; o Aleluia seja o canto vibrante ao Senhor ressuscitado, vivo e glorioso. Valorize-se o rito da aspersão. “Sendo a Páscoa a festa das festas... ocorre fazer com que a liturgia, em seu todo, soe e ressoe como uma grande obra sinfônica: a sinfonia da nova criação em Cristo, com todos os seus instrumentos afinados e vibrantes” (Antonio Alcalde).
O convite é de que os domingos deste tempo sejam celebrados com alegria, nossas celebrações sejam preparadas com decoro, como se fossem um só dia festivo, “um grande domingo”, segundo santo Atanásio. Por isso é importante que as equipes de liturgia se reúnam e leiam os textos da missa, escolhendo os cantos apropriados e ensaiados, devidamente, com a assembleia.
Inclua-se na liturgia o jovem, dando assim continuidade ao tema da Campanha da Fraternidade, não esquecendo de preparar uma prece especial ou algum destaque.
Tomei a liberdade de conferir no livro Celebrai, edição 2009, alguns cantos para este tempo da páscoa. Obviamente há outros, porém seguem algumas sugestões.

Meu abraço,
Claudemir Serafim, seminarista

Cantos pascais do “celebrai, edição 2009”

Número
Nome
Função Litúrgica
012
Com a presença de Cristo
TP - Entrada
017
Sim, eu quero que a luz de Deus
4° Domingo TP - Entrada
154
Tu te abeirastes da praia
3° Domingo TP – Entrada ou Comunhão
244
Há um barco esquecido na praia
3° Domingo TP – Entrada ou Comunhão
246
Pastor do Povo Santo
4° Domingo TP – Entrada ou Final
220
Por sua morte
TP – Entrada
221
O Senhor Ressurgiu
TP – Apresentação das Ofertas
224
Este foi o dia
Mantra
226
Eu creio num mundo novo
TP – Ofertas
313
Oração pela Messe
4° Domingo TP - Comunhão
317
Novo Sol Brilhou
TP – Entrada / Final
339
Aleluia
TP – Aclamação ao Evang.
476
Eu vi foi a água
TP – Aspersão
541
Sou Bom Pastor
4° Domingo TP – Entrada/Final
578
Jesus Cristo que ressurges
TP – Apresentação das Ofertas
598
Ó morte, onde está tua vitória?
TP – Entrada
753
Antes da morte
TP – Comunhão
856
O Ressuscitado vivo entre nós
Mantra
869
Os discípulos de emaús
2° Domingo TP – Comunhão
924
Verdadeiro homem novo
TP – Entrada

A partir do Quinto Domingo da Páscoa, começa-se a cantar os cantos em preparação para o Pentecostes, também levando em conta que a comunidade paroquial celebrará a Festa do Divino Espírito Santo.


0 comentários:

Postar um comentário