8 de abr de 2012

Cercada de simbolismos, Missa da Vigília Pascal é realizada na Matriz


Foi realizada na noite desse sábado, 07, a Missa da Vigília Pascal.
A celebração teve início em frente à Matriz com a bênção do fogo novo e a consagração do Círio Pascal, onde foram fixados os cinco cravos, simbolizando as cinco chagas de Jesus.
O presidente da celebração, Pe. Nilo Buss, conduziu os fiéis para o interior da Igreja, que se encontrava totalmente às escuras, simbolizando a morte. Pouco a pouco, as luzes foram acesas. O Círio Pascal foi conduzido solenemente ao altar, lembrando a presença de Jesus Ressuscitado. Logo após foi entoado o cântico do Exulte.
As leituras mostraram toda a história da salvação, intercaladas pelos salmos.
Antes do Evangelho, Pe. Nilo fez o anúncio da Ressurreição de Cristo, convidando toda a assembleia para, alegremente, entoar o canto do glória. Posteriormente foi realizada a bênção da água, onde todos foram convidados a fazer a renovação das promessas do batismo.
A liturgia estava sob responsabilidade do Movimento de Irmãos da Paróquia.
Nas comunidades de Garopaba e Camacho foi realizada a Celebração da Palavra, conduzida pelo seminarista Marcelo Buss.
Cinco cravos simbolizam as cinco chagas de Cristo

Círio Pascal é aceso com as chamas do fogo novo

Círio é adentrado na igreja

Igreja às escuras para simbolizar a morte que será vencida pela ressurreição de Cristo

Círio Pascal é incensado

Padre Nilo entoa o cântico do Exulte


Redação e fotos: Vanderléia Pereira

0 comentários:

Postar um comentário